FAQ – vidros

1- Devo remover o tecido que recobre o vidro?

R.: Sim. Para estimular a frutificação, deverá tirar a tampa e o tecido.

 

2- Precisa de muita luz?

R.: Não. O mínimo é o suficiente, mas os kits toleram bastante claridade. Apenas não podem ficar expostos ao sol direto.

 

3- Como e quanto devo borrifar?

R.: O melhor é borrifar indiretamente, deixando apenas uma névoa tocar o substrato. Deve-se evitar borrifar diretamente o substrato e os cogumelos muito pequenos. A parte externa do vidro pode ficar molhada, mas é melhor não deixar acumular água no fundo do vidro.

 

4- Quanto tempo demora para os cogumelos brotarem?

R.: Varia. Estando na faixa ótima de temperatura para frutificação da espécie, usualmente leva 5 a 10 dias em média para o surgimento de primórdios. Para o mega-kit e o kit champignon, demora de 15 a 25 dias em média.

 

5- Posso borrifar os primórdios diretamente?

R.: Melhor não. Eles são frágeis e qualquer dano enquanto são pequenos pode se refletir em defeitos maiores quando crescem. Pode borrifar mais de longe, fazendo apenas uma névoa.

 

6- Quanto tempo demora para os cogumelos crescerem?

R.: Entre quatro e sete dias em média.

 

7- Como sei que estão maduros?

R.: Vários são os sinais que indicam que um cogumelo está maduro: a cor vai ficando mais clara, as bordas podem ficar mais escuras, o chapéu vai abrindo até a aba ficar paralela ao chão ou até virar para cima, podem aparecer quebras ou enrugamentos. Os cogumelos podem ficar maduros pequenos ou grandes. Se for um cacho de cogumelos, provavelmente ficarão maduros todos juntos. O sinal mais evidente de que os cogumelos estão maduros é a produção e a liberação de esporos. Quando é muito intensa a produção de esporos, pode-se vê-los no ar, sendo liberados da região abaixo do chapéu. Quando é mais sutil, pode-se perceber uma poeira fina depositada nas superfícies sob os chapéus.

 

8- Como faço para colher?

R.: Basta torcer e arrancar com as mãos. A utilização de instrumentos cortantes pode adicionar contaminantes ao cultivo. Além disso, não se deve deixar pedaços dos cogumelos aderidos ao substrato após a colheita, pois estes se tornarão alvo de contaminações. Não adianta colher apenas os cogumelos grandes de um cacho, visto que todos ficam maduros ao mesmo tempo.

 

9- Os kits podem dar cogumelos para sempre?

R.: Não. O cogumelo vai consumindo os nutrientes do substrato até que em um momento estes se esgotam. Para continuar viva, a cultura precisa ser alimentada. Porém, esta alimentação deve ter a composição adequada e estar livre de contaminantes. O cultivo poderá ser mantido enquanto houverem nutrientes no substrato, desde que a umidade seja mantida alta e sejam evitadas contaminações.

 

10- Quantas vezes frutifica?

R.: Pelo menos duas. Mas pode chegar a frutificar quatro ou cinco vezes. Se o kit não secar, nem se contaminar significativamente, ocorrerá o número de frutificações que for possível até os nutrientes do substrato se esgotarem. Pode ocorrer um número pequeno de frutificações fartas ou um número maior de frutificações modestas. O rendimento total fica em torno de 100% se levarmos em conta a razão entre a massa de cogumelos frescos que será obtida e a massa de substrato seco utilizada para produzir o kit.

 

11- Qual o rendimento?

R.: Por volta de 120g, contando todas as frutificações.

 

12- Posso reaproveitar o vidro?

R.: Sim. O substrato que usamos é bastante limpo (à base de serragem e farelo de trigo, esterilizados) e o micélio do cogumelo também é comestível. Desta forma, basta retirar o resíduo do cultivo (que poderá ser utilizado como adubo orgânico), lavar o vidro e utilizar normalmente. Em Curitiba, nos pontos de venda, os vidros podem ser retornados, para descontos em novas compras (funciona como um sistema de refil).

Fechar
Fanpage Cogubras
Curta nossa página no Facebook e receba novidades, dicas, informações, curiosidades e receitas incríveis!