Instruções

Passo a passo de como cultivar cogumelos com seu kit Cogoo.


KITS COGOO EM CAIXINHAS-MALETAS

1) Faça de um a três cortes pequenos (1 cm) no plástico em forma de “X”. Cuidado para não danificar muito o conteúdo.

2) Coloque seu kit em um local iluminado mas protegido da luz direta do sol. Caso fique exposto à luz direta do sol, a frutificação do cogumelo secará, perderá a cor e poderá ficar deformada. Caso isso aconteça, colha o cogumelo mal formado e troque seu kit de posição.

3) Borrife água no kit diariamente duas ou mais vezes. A umidade é um fator essencial para a produção de cogumelos saudáveis. Quanto mais quente e seco o clima, mais faz-se necessário borrifar água. Evite borrifar diretamente os cortes e os cogumelos pequenos. Prefira borrifar em torno (na caixa ou no plástico) ou de forma indireta, deixando cair apenas uma névoa nesta região. Se possível utilize água sem muito cloro (filtrada, fervida ou mineral).

4) No prazo médio de 10 dias você vai observar o início da frutificação dos seus cogumelos.

5) Faça a colheita quando os chapéus estiverem paralelos ao chão ou no máximo quando você observar a liberação de esporos (poeira branca ou rósea fina que se acumula na região abaixo do chapéu). É normal verificar diminuição de coloração (tendendo ao creme) em cogumelos mais velhos. Cogumelos mais jovens em geral possuem textura mais firme e mais tempo de validade depois de colhidos. Colha o cacho todo de uma vez, alguns cogumelos amadurecem grandes e outros pequenos. Não espere, colhendo apenas os grandes, que os pequenos vão se desenvolver até o mesmo tamanho. Evite deixar pedaços de cogumelos presos ao substrato ao colher, pois eles vão acabar se decompondo e atrapalhando outras frutificações.

6) Após colher seus cogumelos, você deve avaliar, olhando em torno do pacote, qual a melhor área para a segunda frutificação. Pode tentar pela mesma abertura, mas se outro lado estiver mais bonito, pode abrir a caixa e inverter o conteúdo, de forma que o lado já utilizado fique para dentro da caixa.

7) Repita os passos 1-5.  A segunda frutificação levará mais tempo do que a primeira (15-20 dias).

8) Quando o kit estiver esgotado, o seu conteúdo pode servir como adubo, pode ser adicionado a compostagem ou simplesmente descartado como resíduo orgânico comum.

 

KIT COGOO CHAMPIGNON DE PARIS

1) Espalhe o composto miceliado no fundo da caixa e compacte levemente com as mãos.

2) Cubra o composto com uma camada de terra.

3) Molhe intensamente a terra com água gelada. Sature a terra de água, mas sem escorrer. Pode usar um regador ou um copo, mas com cuidado para não exagerar. Pode ser utilizada água corrente, mas o cloro na água pode inibir um pouco o crescimento dos cogumelos. Favorecerá utilizar água filtrada, fervida ou mineral.

4) Feche a caixa e deixe por cinco dias em local escuro.

5) Abra a caixa e coloque em local pouco pouco ventilado, bastante úmido e ao abrigo da luz direta do sol. Pode deixar a caixa entreaberta para diminuir a ventilação.

6) Borrife diariamente a superfície da terra com água gelada.

7) Num prazo de em média 20 dias, começarão a surgir pequenos botões brancos, que em poucos dias se desenvolvem em cogumelos. Evite borrifar os cogumelos diretamente. Isso pode inibir o seu crescimento ou escurecer sua superfície. Quando amadurecem os champignons abrem os chapéus e a região em baixo destes fica escurecida (marrom escuro) em razão da produção de esporos.

8) Os champignons podem ser colhidos ainda fechados e pequenos ou depois de grandes e abertos. Se colhidos mais jovens, são mais claros por dentro e duram mais antes de estragar. Se colhidos mais maduros, apresentam a forma aberta, que permite a elaboração de pratos como cogumelos recheados. Ao colher, deve-se evitar deixar pedaços de cogumelos aderidos ao substrato, pois estes acabam decompondo, podendo atrair insetos e contaminações.

9) Depois da colheita, reorganize a terra, fechando os buracos. Retorne à etapa 3. Depois de dois a três ciclos, o composto esgotará e o resíduo do cultivo poderá ser adicionado a compostagem, utilizado como adubo ou descartado como resíduo orgânico.

 

KITS COGOO EM VIDROS

1) Abra o vidro em local úmido, pouco ventilado e ao abrigo da luz direta do sol.

2) Borrife água diariamente. Evite borrifar o substrato e os cogumelos pequenos diretamente. Borrife para cima e deixe cair uma névoa apenas. Pode ser utilizada água corrente, mas o cloro na água pode inibir um pouco o crescimento dos cogumelos. Favorecerá utilizar água filtrada, fervida ou mineral.

3) Num prazo de em média 10 dias, os cogumelos começarão a brotar. Podem surgir alguns ou muitos primórdios, que em questão de alguns dias se desenvolvem em cogumelos. As abas dos chapéus começam enroladas para dentro, mas conforme amadurecem, essas abas ficam paralelas ao chão ou, eventualmente, levantam. Quando estão maduros os cogumelos liberam esporos (uma poeira branca ou rósea que se deposita abaixo dos chapéus).

4) Para colher os cogumelos, basta arrancá-los, torcendo com as mãos. Pode vir um pouco do substrato aderido aos cogumelos, bastando cortar fora e descartar. Evite deixar pedaços de cogumelos aderidos ao substrato após a colheita, acabam decompondo e atraindo insetos e contaminação. Alguns crescem mais outros menos, de modo que num mesmo cacho, podemos ter cogumelos grandes e pequenos, todos no mesmo ponto do amadurecimento. Assim, é melhor colher o cacho todo, não adiantando deixar os pequenos, que acabam não crescendo muito mais. Pode colher os cogumelos pequenos ainda ou deixá-los amadurecer. Os cogumelos da espécie Pleurotus ostreatus quando colhidos pequenos são conhecidos como shimeji e quando colhidos maduros, como hiratake.

5) Raspe a camada mais externa do substrato (aproximadamente 1 cm) e retorne à etapa 2. Depois de dois ou três ciclos em média, o substrato estará esgotado e poderá ser adicionado a compostagem, utilizado como adubo ou descartado como resíduo orgânico. O vidro pode ser lavado e reutilizado normalmente. Em breve, sistema de refil!

 

MINI-KITS COGOO

1) Abra o vidro em local úmido, pouco ventilado e ao abrigo da luz direta do sol.

2) Borrife ou salpique água diariamente. Pode ser utilizada água corrente, mas o cloro na água pode inibir um pouco o crescimento dos cogumelos. Favorecerá utilizar água filtrada, fervida ou mineral.

3) Num prazo de em média 10 dias, os cogumelos começarão a brotar. Podem surgir alguns ou muitos primórdios, que em questão de alguns dias se desenvolvem em cogumelos. As abas dos chapéus começam enroladas para dentro, mas conforme amadurecem, essas abas ficam paralelas ao chão ou, eventualmente, levantam. Quando estão maduros os cogumelos liberam esporos (uma poeira branca ou rósea que se deposita abaixo dos chapéus).

4) Para colher os cogumelos, basta arrancá-los, torcendo com as mãos. Pode vir um pouco do substrato aderido aos cogumelos, bastando cortar fora e descartar. Evite deixar pedaços de cogumelos aderidos ao substrato após a colheita, acabam decompondo e atraindo insetos e contaminação. Alguns crescem mais outros menos, de modo que num mesmo cacho, podemos ter cogumelos grandes e pequenos, todos no mesmo ponto do amadurecimento. Assim, é melhor colher o cacho todo, não adiantando deixar os pequenos, que acabam não crescendo muito mais.

5) Raspe a camada mais externa do substrato (aproximadamente 1 cm) e retorne à etapa 2. Depois de dois ciclos em média, o substrato estará esgotado e poderá ser adicionado a compostagem, utilizado como adubo ou descartado como resíduo orgânico. O vidro pode ser lavado e reutilizado normalmente.

 

Seguiu todos os passos e teve alguma dificuldade?
Teremos prazer em ajudá-lo: cogubras@cogubras.com.br

Fechar
Fanpage Cogubras
Curta nossa página no Facebook e receba novidades, dicas, informações, curiosidades e receitas incríveis!